Raiz de Angélica – Dong quai uma erva ginecológica (para as mulheres)

Angélica da China, Angelica sinensis de nome farmacêutico Radix Angelicae Sinensis (que significa “Droga vegetal da raiz de Angélica sinensis“) da família Apiaceae é uma planta onde se utiliza as raízes que tem propriedades amargas, doces e picante, conhecida também como Dong quai ou Dong gui, nativa da China. Esses nomes são estranhos porque são de origem chinesa onde “Dong” significa “deveria” e “Gui” significa “voltar”, e é sobre uma lenda de um chinês que partiu da vila onde morava deixando sua mulher lá para empreender viagem pelas montanhas combinando que se não voltasse em 3 anos, ela poderia se casar novamente, porém o jovem voltou depois de 3 anos e a encontrou casada e os dois ficaram de coração partido onde deu a planta a ela, pois havia coletado para a mulher que estava debilitada por causa da paixão onde ela ficou curada ao consumir  e ele também tomou recuperando sua saúde.
É da mesma família da Angélica archangelica Apiaceae, e do mesmo gênero, uma planta donde se utiliza folhas, raízes e óleo essencial conhecida como Herba angelica, com ação expectorante contendo cumarinas, uma planta bienal de vida curta que cresce até 2,5 metros.

angelica-sinensis

É considerada tônica, sendo amplamente usada na Medicina Tradicional Chinesa (MTC) conhecida como “Ginseng feminino” na Ásia, por suas propriedades no sistema reprodutor feminino muito usada no oriente por muito tempo, depois se alastrou pela Europa sobretudo na Alemanha para depois ser disseminada pelo Brasil.

Contém ácidos orgânicos, ftalídeos (alguns instáveis), polissacarídeos, pouco óleo essencial como beta-cadineno, carvacrol. Contém vitamina A, carotenoides, vitamina B12 e Vitamina E. Ainda há dúvidas se realmente tem cumarinas (expectorante) mas na Angelica archangelica é confirmado.

Antimicrobiana, Relaxante, Antialérgica, Hipotensiva, Diurético, Contrai o útero, Contrai bexiga e intestino, usada em distúrbios da menstruação e infertilidade feminina com atividade hormonal, tem propriedade espasmolítica do útero por causa do butilidenoftalídeo, e com associação do ácido ferúlico, alivia dismenorreia. É boa para quem teve problema no coração, promove cura de lesões na mucosa gástrica, é cicatrizante de úlcera péptica. É útil para tratamento de sintomas alérgicos a agentes do ambiente externo. Eficaz contra TPM, Vertingens, Anemia, Fadiga, constipação intestinal, problemas cardíacos como arritmia, trombose, obstrução coronariana. Tonifica e revigora o sangue e é eficaz no tratamento do reumatismo agindo como analgésica, também protetora do figado tratando hepatite crônica e cirrose, segundo a fitoterapia contemporânea. Homens cuidado no uso que pode feminilizar o corpo.

Fazer uma decocção com a raiz seca com até 7 g por dia ou tomar cápsulas de até 400 mg por dia feitas com extrato seco. Não use na gravidez ou lactação.

Sobre 

Ciências Biológicas - UFPB
Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
Siga-me!

    Me encontre em:
  • facebook
  • twitter
Última atualização: 26 de novembro - 2017 às 21:24

Faça parte do nosso grupo no Facebook

grupo facebook

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.