Folhas frutos e sementes de abacate são curativas de várias doenças

Abacate (também conhecido como Avocado ou Palta) é uma planta da família Lauraceae, a mesma família do Louro, (que apesar desta última ser chamada erva aromática, é uma árvore). Na Fitoterapia contemporânea do abacate é usado a folha, a semente e o fruto. É uma planta originária da América Central, então quando Colombo chegou às Américas, a planta já estava sendo usada pelos índios onde eram mais usadas as sementes. Foi encontrado vestígios pela arqueologia há menos de 10.000 anos atrás indicando que os índios já usavam a planta no México, foi uma das primeiras plantas a serem domesticadas pelo homem. O nome Persea é derivado do grego, onde existia uma árvore que também se chamava assim na Grécia, abacate vem do asteca ahuacati, que significa testículo, e “americana” é por ser do continente americano.

Existem variações da planta Persea americana, variedade “var. americana” tem pouco óleo (também conhecida como Antilhana), a variedade “var. drymifolia”, tem mais óleo ( conhecida como mexicana), outra espécie P. nubigena variedade “var. guatemalensis” (da Guatemala) não tem tanto óleo quanto a “nubigena”, mas tem mais que a americana.

Ácidos graxos no óleo da polpa do fruto (oleico, linoleico, beta-sisterol). Vitamina A, B, D, E, fitosterol e lecitina. Sais minerais, fibras, vitaminas C, E, B1, B2, D, carotenoides, serotonina na polpa. Na semente, ácidos graxos, amido, carboidratos, proteínas, substâncias fenólicas. A folha tem taninos, óleo essencial, alcaloides, flavonoides, saponinas, polissacarídeos, etc.

polpa de abacate Foto Via: Marco Verch no Flickr

As cascas da raiz também tem efeito anticâncer. Contém ação antibacteriana o óleo essencial e o extrato das sementes, assim como a casca do fruto. Em testes in-vitro com folha e talos feito extrato foi vista ação antitumoral e citotóxica (toxica em células) junto com carotenoides e Vitamina E.

Tem ação Hipotensora (extrato da folha), anti-hipertensiva o extrato da semente. O extrato da folha é analgésico. Atividade também anti-inflamatória.

Antioxidante e hipolipêmica a polpa do fruto. Extrato das folhas tem ação antidiabética.

Folhas de abacateFoto Via: Eran Finkle

Na medicina alternativa os populares descreviam como uma planta com propriedades adstringentes, por certo por causa dos taninos nas folhas frescas onde eram usadas para aplicar em feridas estas folhas raladas, em contusões e pé inchado, pois sabemos que os taninos fecham os sangramentos, constringe os tecidos, por isso quando mastigamos sentimos aquele gosto amargo rançoso. Era também aplicada no cabelo naquela época não a polpa, mas as folhas para eliminar pontas duplas do cabelo. Contra hipertensão eles faziam uma vitamina com água e folhas para beber a água resultante diariamente para curar hipertensão, tosse, diabetes. Para males do sistema urinário também era usada, para agir como carminativa na digestão, diurética no sistema urinário e emenagogo estimulando a menstruação. Por isso os indígenas dizem que as folhas servem para limpar o fígado quando se consome as folhas antes das refeições. Decerto o chá das folhas aumenta a eliminação do ácido úrico evitando que apareçam doenças nas articulações.

Eficaz contra artroses, hipertensão arterial, diabetes tipo 2, hipercolesterolemia.

Pode ser feito o pó das folhas (secando e batendo em pilão), a folha pode ser usada fresca como chá, pode ser feito a tintura das folhas.

Não usar em grávidas, pois apresenta ação estimulante uterina podendo ser perigoso, nem com uso de Aspirina e Varfarina, pois interage e diminui o efeito do mesmo.

Colocar 20g das folhas frescas em 1 litro de água, ferver, desligar o fogo e tampar. Depois de 15 minutos coar e beber 1 xícara de chá 3 vezes por dia.

Sobre 

Ciências Biológicas - UFPB
Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
Siga-me!

    Me encontre em:
  • facebook
  • twitter
Última atualização: 24 de novembro - 2017 às 21:40

Faça parte do nosso grupo no Facebook

grupo facebook

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.