A palavra Psilium é originária de uma palavra grega que significa “pulga” por causa da cor e tamanho da semente.


Nome científico
Plantago psyllium

Características

  • É uma planta derivada da espécie Plantago ovata.
  • Suas flores são brancas e só aparecem no verão. Dela é extraída as sementes que tem cor preta ou bege.
  • Folhas podem ter o tamanho de até 10 cm.
  • A planta cresce até 40 cm. Espalha-se por 30 cm.
  • A semente incha quando mergulhada em água. Isso acontece para manter o embrião molhado durante o período de germinação.

Componentes Químicos

Além da mucilagem, ela também tem vitaminas, minerais, amido, ácido linoleico, ácido oleico e palmítico.


Benefícios no organismo e propriedades medicinais

Anti-inflamatóriaAntidiarreicaEmolienteLaxante
  • Ao deixar a semente em maceração, é liberado a mucilagem que serve para nós humanos como laxantes, inclusive é utilizada em vários remédios laxativos na indústria farmacêutica. É muito usada em constipação, processo do intestino preso. A mucilagem quando no intestino, age como um lubrificante e elimina as toxinas do aparelho digestivo.
  • Além de anti-diarreica e laxante, ela tem ação anti-inflamatória e amolece a pele (os mesmos efeitos do Lacto-purga®, ou seja,é laxante e faz bem à pele).
  • Tem também eficácia no tratamento de constipação, e melhora a longo prazo a hemorroida pois age direto no aparelho digestivo facilitando a passagem das fezes na etapa final da digestão.

Partes usadas

É usada somente as sementes do Psilium na medicina alternativa.


Como usar / Chás e receitas

Maceração

Deixar as sementes na água morna e deixar de molho por um dia. Beber de manhã um copo para fazer efeito durante o dia, para quando chegar a noite já com efeito pois se tomar depois o paciente pode sentir dor de barriga durante a madrugada prejudicando o sono. Sempre depois de ingerir qualquer coisa com as sementes do Psilium, tomar um copo d’água para misturar mais seus  componentes químicos.

São vendidos em farmácias especializadas e servem para tomar com água para tratar de colesterol, diarreia e constipação. Seguir as indicações da posologia.

Compressa

Com o mesmo pó, misturar com o olmo em pó para diluir em água, fazer uma pasta e colocar sobre furúnculos e feridas abertas.



Cuidados no uso e advertências

Ao se usar a erva, é preciso mistura-la com muita água, e não pode exagerar na dose. Há registros de asfixia (dificuldade de respirar) ao se usar o Psilium com pouca água. Ela piora síndrome do cólon irritável. Não se pode usa-la em combinação com outros medicamentos sob risco de não se obter sucesso no tratamento.

Não há casos fatais de superdosagem na literatura científica, só de uso com pouca água que causa asfixia e diarreia forte, também dor abdominal.


Localização

Existe a variedade que dá sementes pretas que é de origem do mediterrâneo, e a creme que vem da Índia e Paquistão.


Cultura e como plantar

Plantar em terrenos com sol direto e com solo bem drenado. Gosta de locais abafados. É bom plantar numa estufa antes de transferir para um local definitivo. Após dois meses começam a nascer as flores e a planta se estabelece.


Fotos:

flor psilium

Foto: Vietnam Plants & The USA. plants

planta psilium

Foto: Vietnam Plants & The USA. plants

Fonte:

FACMED – Facultad de Medicina UNAM – Universidad Nacional Autónoma de México – Plantago Psyllium 

Botgard –  UCLA – Mildred E. Mathias Botanical Garden – Psyllium

Cook, brew, and blend your own herbs – Neal’s Yard – Book


Última atualização: 31 de maio - 2014 às 19:49
Lista das plantas medicinais de A a Z

Continue lendo mais plantas com letra "p"

  • Pau-pereira
  • Piteira (agave)
  • Pinha (fruta do conde)
  • Pau sangue (de Dragão)
  • Picão preto
  • Mais

  • Continue lendo mais artigos

    Sobre 

    Ciências Biológicas - UFPB e cia.
    Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
    Siga-me!

      Me encontre em:
    • facebook
    • twitter