O pequizeiro é uma planta de médio / grande porte que dá um fruto que é bastante aproveitado por populações de onde ela ocorre, chamado Pequi. Ela tem várias camadas de carne quando aberto, onde tem uma camada que dá para comer pois é nutritivo e tem outra que é oleaginosa, assim como a amêndoa, que servem para extrair um óleo bem rico em vitaminas, principalmente Vitamina A. A planta ocorre mais em cerrado, campos com pouca vegetação em clima seco, no Brasil. Todas as espécies de Pequi descritas aqui tem a mesma serventia, pode-se usar para os mesmo fins sem problemas. Esta é a espécie de pequi mais estudada, pois é a que mais ocorre em território nacional.


Nome científico
Caryocar brasiliense Wittm.

Outros Nomes

Pequizeiro, Piqui


Família
Angiospermae – Caryocaraceae

Características

  • Tronco grosso, não muito grande
  • Se ramifica na base
  • Tortuosa
  • Tronco de 30 a 40 cm de diâmetro
  • Planta com até 10 metros de altura
  • Casca escura
  • Galhos grossos, tortuosos
  • Folhas: São opostas e trifoliadas (ou seja, dá um ramo que se ramifica em 3 folhas). As bordas das folhas são com serrilha grande. São ovais, coriáceas e possui uma cor verde quase escuro, com os ramos mais claros.
  • Flores: Amarelas com seus estamos finos e contém vários que são brancos.
  • Fruto: Drupado, globoso, redondo e são verdes escuro, porém mais amarelado quando estão maduros.

O Fruto do pequizeiro (o pequi) é o mais importante da planta. Assim como o babaçu, tem várias camadas que dá pra ser aproveitado. Seu mesocarpo, a camada do meio é oleaginoso e de cor claro. O endocarpo (camada interna) do fruto tem espinhos. Depois disso vem o embrião que é bem grande, também conhecido como amêndoa que é de onde se extrai os componentes, pois é bem oleaginoso. Esse fruto pode medir até 8 cm de diâmetro e pode ter até 4 sementes que são grandes.

Os habitantes locais aproveitam o pequi para vender, também fazer os produtos para vender ou para usar em casa, seja na culinária, seja na medicina alternativa.


Componentes Químicos

Ácido oléico, Ácido palmítico, Vitamina A, Hexanoato de etila (aroma)


Benefícios no organismo e propriedades medicinais

AdstringenteAntioxidanteFungicidaImunológica

Partes usadas

Fruto e seus derivados como o óleo da polpa e o óleo da amêndoa. Polpa e óleo.


Como usar / Chás e receitas

Fazer o licor. Usar os óleos para fazer massagens, serve principalmente para dor nos músculos

A polpa do fruto do pequi é altamente nutritiva, muito utilizada para a alimentação de pessoas, principalmente nos locais de sua ocorrência, locais de cerrado. É usada também para condimentar a comida regional como arroz e feijão, para por gosto e vitamina na comida. Porém outras partes do fruto são também utilizadas, como a semente para fazer um óleo. Também se faz um licor para ser vendido no local.

O óleo da polpa se faz fervendo a polpa e o óleo da amêndoa se faz fervendo ela, podendo ser feito em casa a extração, para colocar numa garrafa e usar de forma caseira.


Pra que serve? (indicações)

AnemiaAntimicrobianobronquitecontusõesdor de gargantaDor muscularenvelhecimentoFerimentosfraquezamicosePancadasreumatismoRouquidãotosseXeroftalmia

    Localização

    • Cerrados do Brasil (Savana)
    • São Paulo
    • Minas Gerais
    • Mato grosso
    • Matogrosso do sul

    Mais sobre esse assunto

    Outros tipos de pequi: Caryocar villosum (Aubl.) Pers. –  Pequiá; C. glabrum (Aubl.) Pers. –  Pequirana; C. coriaceum Wittm., Pequi do Ceará.


    Fotos:

    flor de pequi

    Flor de Pequi – Foto: João de Deus Medeiros

    fruto de pequi

    Fruto de pequi – Foto: Reprodução

    Última atualização: 4 de junho - 2015 às 19:08
    Lista das plantas medicinais de A a Z

    Continue lendo mais plantas com letra "p"

  • Pau-pereira
  • Piteira (agave)
  • Pinha (fruta do conde)
  • Pau sangue (de Dragão)
  • Picão preto
  • Mais

  • Continue lendo mais artigos

    Sobre 

    Ciências Biológicas - UFPB e cia.
    Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
    Siga-me!

      Me encontre em:
    • facebook
    • twitter