Planta de ocorrência em quase todo o Brasil, é conhecida por pessoas que querem emagrecer fazendo o uso do seu chá. Sua ação mais comprovada está no estômago, alterando seu funcionamento inibindo a produção de secreções. Todas as partes da guaçatonga podem ser usadas, mas o mais indicado é o uso das folhas que são bem fáceis de fazer o chá, e porque age internamente, apesar de também ser indicada para fazer usos externos. Outro uso conhecido é sobre a picada de cobra tendo já comprovado ação inibitória do veneno da cobra jararaca. É considerada uma planta depurativa do sangue.


Nome científico
Casearia sylvestris Sw.

Outros Nomes

Erva de bugre, Chá de bugre, Guaçatonga, Guaçatunga, Guaçatunga preta, Apiá acanoçu, Bugre-branco, Café-bravo, Café de frade, Cafezeiro do mato, Cafezinho do mato, Cambroé, Erva lagarto, Erva pontada, Fruta de saíra, Língua de teju, Língua de tiú, Paratudo, Pau de lagarto, Petumba, Varre forno, Vassitonga


Família
Angiospermae – Salicaceae (Antiga Flacourtiaceae)

Características

  • Perenifolia
  • Mede até 20 metros de altura, porém em determinados lugares atinge até 6 metros.
  • Copa globosa, densa, arredondada, e fustes curtos que vai até 40 cm de diâmetro
  • Casca do tronco enrugada com fissuras e escamas pequenas.
  • Tronco de 20 a 35 cm de diâmetro, as plantas que vão até 6 metros.
  • Folhas: Seu tamanho varia até 14 cm de altura por 7 cm de largura. Simples, persistentes, assimétricas, alterno-dísticas, ovado-oblongas, elípticas, margem serrada, com glândulas.
  • Flores: Seu tamanho é de 0,3 cm de diâmetro. Pequenas, cor branco-amareladas, hermafroditas, pentâmeras, em glomérulos axilares.
  • Fruto: De tamanho de até 3,5 mm de diâmetro. Cor é vermelho púrpura. Cápsulas, trivalvar.
  • Dentre a classe de animais que frequentam o local onde se planta guaçatonga, para se alimentar da planta, é mais consumida os frutos pelas aves e as flores são visitadas por abelhas.

Componentes Químicos

Terpenos, flavonoides


Benefícios no organismo e propriedades medicinais

AnalgésicaAnti-inflamatóriaAntioxidanteAntirreumáticaCalmanteDepurativaDigestivaDiuréticaEmenagogaHemostáticaTônicaVasodilatadora

Uma ação interessante dessa planta é agindo semelhante ao Omeprazol, medicamento para o estômago que faz ele  produzir menos secreções ou suco gástrico (substância ácida que o estômago produz naturalmente para começar a digerir o alimento). Essa ação também é encontrada na Espinheira Santa. No Brasil a guaçatonga é muito usada para emagrecimento. A sua ação calmante é fraca.

É bastante utilizada em fitoterápicos, mas ainda é necessário muitos estudos. Em estudos para a produção de produtos antissépticos bucais na América Latina, essa planta é usada.

Partes usadas

Folhas e cascas. Toda a parte aérea, mas o seu uso é mais conhecido pelas folhas.


Como usar / Chás e receitas

O chá da guaçatonga é feito colocando água fervente em uma xícara de chá onde já tem 1 colher de sobremesa (pequena) das folhas picadas (folhas frescas picadas para aproveitar mais seus benefícios internos no chá, que estão dentro das folhas). Tomar 1 xícara desse chá 10 minutos antes das refeições para ela agir na digestão. Esse chá também pode ser gargarejado e aplicado na boca para tratamento de feridas nelas.


Pra que serve? (indicações)

aftasAntimicrobianaantiofídicacirculaçãoColesterolCoraçãoEmagrecedoraErupções cutâneasestomatiteFeridas na bocaFerimentosgengiviteGordura localizadagripeherpesHipercolesteremiamau-hálitoObesidadepressão altaProblemas circulatóriosQueimadurareumatismoTônica cardíacatumorÚlcera Péptica Perda de tecido no trato digestivo, estes que estão em contato com a secreção do estômago. Pode ter surto e calmaria da doença. A causa é os mecanismos de defesa do Saiba mais...

Localização

México, Antilhas, Brasil (aqui no Brasil ocorre da Bahia até o Rio grande do sul). Planalto meridional do Brasil. É mais encontrada em bordas de mata atlântica, tendo ocorrência no interior também. Algumas variedades são encontradas também em todo o Brasil, mas a ocorrência maior é nas partes descritas anteriormente.


Cultura e como plantar

  • Plantar a pleno sol
  • Semear as sementes logo após a colheita
  • Cobrir as sementes com um pouco de esterco ou areia se não tiver, mas tem que cobrir uma fina camada
  • A germinação acontece em até 30 dias e é mais rápida em temperatura de 20-25 graus celcius
  • Transplantar para embalagens individuais quando atingir 3 a 5 cm de altura
  • Plantar definitivamente aos 4 meses
  • Pode ser plantada junto com o sabugueiro, aproveitando a sombra.
  • A floração acontece em julho a setembro e a frutificação de setembro a janeiro

Mais sobre esse assunto

Sinônimos na literatura científica de plantas medicinais: Casearia punctata Spreng., C. samyda (C.F. Gaertn.) DC., C. ovoidea Sleumer, C. subsessiliflora Lundell, C. caudata Uittien, C. attenuata Rusby, C. chlorophoroidea Rusby, C. benthamiana Miq., C. ekmanii Sleumer, C. formosa Urb., C. lindeniana Urb., C. onacaensis Rusby, C. serrulata Sw., Samyda sylvestris (Sw.) Poir., C. sylvestris var. angustifolia Uittien, C. sylvestris var. benthamiana Uittien, Guidonia sylvestris (Sw.) Maza


Fotos:

guacatonga

Folhas da planta guaçatonga – Fonte: Floraelverde.catec.upr.edu

Última atualização: 13 de julho - 2015 às 15:10
Lista das plantas medicinais de A a Z

Continue lendo mais plantas com letra "g"

  • Guapa - Dracontium
  • Gilbardeira (Gilbarbeira)
  • Goma Arábica
  • Genciana
  • Grama (Francesa ou do campo)
  • Mais

  • Continue lendo mais artigos

    Sobre 

    Ciências Biológicas - UFPB e cia.
    Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
    Siga-me!

      Me encontre em:
    • facebook
    • twitter