É uma planta que é cultivada há muito tempo, há mais de 200 milhões de anos. Existia outras espécies que deram origem a essa planta mas depois essa se consolidou e permaneceu. Ginkgo biloba é uma espécie de planta milenar de origem Oriental, mas que pode ser cultivada em clima frio e de baixa pressão atmosférica (por exemplo região sul do Brasil) e que quando consumida seus produtos,  folhas ou sementes, ela promove o melhor funcionamento do cérebro, principalmente em áreas relativas à memória. É pra isso que ela é usada, mas ela também serve para outras condições clínicas.


Nome científico
Ginkgo biloba

Outros Nomes

Ginkgo, árvore-avenca, árvore-folha-de-avenca, folha-de-avenca


Família
Ginkgoaceae – Gimnospermas

Características

  • Primitiva, documentada primeiramente por Lineu
  • Decídua
  • Até 10 metros de altura. Seu tamanho varia entre 6 metros a 10 metros, dependendo das condições de cultivo.
  • É também chamada de avenca pois se parece muito as suas folhas, com esta outra.
  • Folhas coriáceas que pode ter de 4 a 7 cm de comprimento
  • Folhas com nervuras paralelas, saindo de um ponto na parte de baixo e se abrindo, dando uma aparência a folha semelhante a um leque
  • Está no grupo das coníferas
  • Folhas amargas

Existe a planta macho e a fêmea, e só florescem quando estão perto uma da outra. Na medicina chinesa, as sementes, que são comestíveis, são usadas para  tratar alguns tipos de doenças respiratórias. As folhas também são usadas no tratamento de problemas na circulação e venosos, principalmente na America Latina.

As folhas do Ginko biloba são parecidas com as folhas de alguns tipos de samambaias, cuidado na hora de colher. A planta é de grande porte e pode crescer até 40 metros e se espalhar por 20.

Na ciência ela é considerada uma planta primitiva, fóssil visto que ela é bastante semelhante a plantas achadas em fósseis, podendo inferir que ela é uma espécie sobrevivente dos períodos antigos (Cretáceo, Jurássico, Carbonífero, etc.)


Componentes Químicos

De acordo com pesquisas, o Ginkgo biloba tem pelo menos 40 componentes, mas entre eles podemos listar alguns principais:

  • Terpenóides e flavonoides.
  • As sementes contém minerais, flavonoides e ácidos graxos.
  • As folhas contém beta-sisterol, flavona, antocianina, glicosídeos, flavonoides e lactonas.

Ginkgolídeo A, Ginkgolídeo B, Ginkgolídeo C, trilactonas diterpênicas, bilabolídeos, trilactonas sesquiterpênicos, flavonóides glicosilados de rutina, isoramnetina, ácido cumárico, bioflavonoides ginkgonetina, isoginkgonetina, amentoflavona, bilobetina.

Esta planta é especial pois contém vários constituintes que fazem bem, que não não tem em outras plantas.


Benefícios no organismo e propriedades medicinais

AdstringenteAnti-histamínicaAnti-inflamatóriaAntialérgicaBactericidaCirculatóriaFungicidaVasodilatadora
  • As sementes são fungicidas, adstringentes e bactericidas.
  • A folhas são vasodilatadoras e estimulam a circulação.
  • Abre vasos sanguíneos, deixa sangue viscoso e é bom para a memória.

Em muitos lugares ela é conhecida como “a erva do cérebro” pois ela ajuda na memória e raciocínio. É bom para ser usado por estudantes, pessoas jovens e também idosos, que chegam na idade que já desenvolvem a demência. Ele serve como um inibidor. Mas pelas pesquisas científicas, o efeito do Ginkgo em pessoas idosas que sofrem de demência é leve, para inibir isso de forma mais eficaz essas pessoas devem recorrer a outros métodos (conheça o astragalo), mas que ela era mais eficaz em pessoas jovens. Essas pessoas mais jovens devem tomar 240 mg por dia durante um período de tempo.

Ela promove a dilatação dos vasos principalmente em áreas do cérebro que correspondem à memória.


Partes usadas

As partes utilizadas tanto na culinária quanto na medicina alternativa são as folhas e as sementes.

Sementes (chineses) Folhas (mais usada no Ocidente, incluindo América latina)


Como usar / Chás e receitas

Caso não encontre as cápsulas que vendem em farmácias, para tratar de problemas circulatórios, venosos e de perda de memória, use as receitas caseiras abaixo que são fáceis de fazer e eficazes. Comece tomando 120 mg por dia, que é considerada uma dose baixa, depois pode aumentar, com o consentimento do seu médico.

Pode usar ele também para fazer:

Tintura: Para tratar de problemas cardíacos, faça uma tintura e tome 1 colher (chá) três vezes por dia.

Para tratar de problemas venosos, misture a tintura com trevo-amarelo e para tratar de problemas circulatórios misture com flores de limão e congorsa.

Decocção: Para tratar de asma e tosse persistente, tomar uma xícara de uma decocção feita com 4 sementes para 600 ml de água. Tome 3 vezes por dia.

Extrato: Para tratar de arteriosclerose e problemas circulatórios em geral tome 40 gotas  do extrato do fluido 3 vezes por dia.

Comprar os comprimidos prontos para serem tomados faz bem principalmente para manter os vasos sanguíneos do cérebro trabalhando melhor. Comer 1 colher pequena das suas folhas secas moídas.


Pra que serve? (indicações)

alergiaAlzheimerAntibacterianaasmabronquitecirculaçãoFalta de Concentraçãogarganta inflamadainflamaçãoLabirintitememóriatosseTosse secaVertigemZumbido

    Cuidados no uso e advertências

    Atenção: Em alguns países seu uso é controlado. Não use se estiver tomando medicamentos como varfarina ou aspirina. Além disso, doses altas das sementes do ginkgo biloba pode dar dor de cabeça e até problemas na pele.

    O Ginkgo biloba não é recomendado para crianças e mulheres que estejam grávidas ou amamentando.

    Se você está tomando medicamentos, principalmente aspirina, converse com seu médico antes de usar o ginkgo biloba, pois ele também age no sangue, fazendo-o menos viscoso e fazendo os vasos sanguíneos mais abertos.


    Localização

    Nativa da China e Japão.


    Cultura e como plantar

    • É uma planta muito difícil encontrar ela na natureza.
    • Encontre para comprar em viveiros especializados em plantas medicinais, pois eles cortam as plantas masculinas para propagar.
    • As plantas femininas são muito difíceis de encontrar.
    • Plante em solo úmido, com compostagem, que dê sol direto e seja bem drenado.
    • Evite podar essa planta.
    • No outono plante pelas sementes, e no verão plante por ramos.
    • Colha as folhas e frutos no outono.

    Aqui no Brasil ela é mais cultivada na região sul por causa das condições climáticas de pressão atmosférica mais baixa, e também por causa do frio, onde torna um clima bom para cultivá-la. Ela tolera climas do mediterrâneo, por isso na Europa também está sendo muito cultivada para fins medicinais. Aqui no Brasil é cultivada também como planta ornamental nas regiões do sul.


    Mais sobre esse assunto

    Sinônimos: Salisburia adiantifolia, Salisburia biloba


    Fotos:

    ginkgo biloba

    Fotografia: Martin LaBar


    Última atualização: 7 de dezembro - 2014 às 14:49Lista das plantas medicinais de A a Z

    Continue lendo mais plantas com letra "g"

  • Guaco
  • Gymnema sylvestre
  • Gervão (Stachytarpheta cayennensis)
  • Guaimbê
  • Graviola
  • Mais

  • Continue lendo mais artigos

    Sobre 

    Ciências Biológicas - UFPB e cia.
    Instagram: Instagram @eversonsa

      Me encontre em:
    • facebook
    • googleplus
    • twitter

    comments