logo vegetall

Flor Sapatinho do Diabo

Sapatinho do diabo é uma planta arbustiva de nome científico Pedilanthus tithymaloides que cresce até 2 metros (até 3 metros na natureza) e dá uma flor que se parece com um sapato vermelho de bico fino. Pedilon do grego “sandália, alpercata” e anthos “flor”. Há outros locais que nomeiam popularmente a planta de espinha-dorsal-do-diabo porque suas hastes se assemelham a de uma coluna vertebral como um zigue-zague. Porém hoje em dia a planta foi remanejada para o gênero Euphorbia, o mesmo do Aveloz dando o nome científico de Euphorbia tithymaloides à planta e o outro ficando como sinônimo. A planta pode levar outros nomes populares como Sapatinho-de-judeu, Dois-amores, Zigue-zague, e como é comum mais ao Norte da América Central, Pássaro-vermelho devido também a semelhança com um pássaro das flores e brácteas. Cada sapatinho representa duas brácteas (estrutura que protege a flor na planta), e a flor bem pequena ao meio e no bico do sapato, e um amontoado de sapatinhos é a inflorescência. No final da primavera e início do verão as flores desabrocham. Faz parte da família Euphorbiaceae, que costuma ter plantas tóxicas que secretam látex assim como o sapatinho do diabo o é. É utilizada tanto na jardinagem e paisagismo quanto na medicina como forma de extrair componentes antibacterianos, anti-inflamatórias e antiparasita, até como fonte de moléculas para sintetizar substâncias para usar como combustível, porém o uso caseiro não é recomendado.

Duas flores vermelhas

Flores de sapatinho do diabo em close. Foto: Dinesh Valke

Ocorre em clima tropical e subtropical nas Américas Central e do sul, porém também ocorre na Flórida dos Estados Unidos da América do Norte e no Caribe. Ocorre em zonas semi-áridas tropical, equatorial e subtropical no Brasil. Pode ser encontrado em outros continentes com clima tropical que são introduzidas para cultivo ornamental tendo até casos de descontrole populacional na Índia invadindo terrenos baldios sendo considerada uma planta daninha.

folhas verde e branca variegadas

Folhas de Sapatinho do diabo variegadas. Foto: Starr Environmental

Arbusto perene ereto crescendo até 2 metros e se espalhando até 60 cm. Tem filotaxia alterna onde dá a haste uma aparência zigue-zague onde cada fim de orientação sai uma folha que são ovaladas e coriáceas que podem ter cores quando variegadas de rosa (da cor dos sapatinhos) ou branco. A planta é suculenta e apresenta látex leitoso tóxico. Pode chegar a 90 cm até 2 metros dependendo do controle da poda e da presença de nutrientes no solo. Na natureza chega a 3 metros de altura. Apesar de arbusto, podem ser cultivadas em vasos sobretudo as variedades anãs. A planta tolera sol direto ou meia sombra.

Hastes da planta sapatinho do diabo de forma zigue-zague

Hastes da planta sapatinho do diabo com forma de zigue-zague. Foto: Troy Mckaskle

A planta não tolera geadas, assim a planta terá sempre crescimento rápido se for cuidada corretamente cultivada nos trópicos como a parte Norte do Brasil, e deve ser regada com frequência cerca de 2 vezes por semana. O indicado é tratar a planta como oportunista regando o ano todo pois se desenvolve bem quando está em condições boas com água suficiente. Tolera solo pobre, porém as folhas podem cair nestas condições, mas para crescer cultivar em solo bem drenável e fértil. Regar bem, mas pouco frequente, com pouca água no inverno e muita no verão para a planta se desenvolver bem. No vaso ou ambientes internos tende a crescer devagar.
Euhorbiaceae é a família da Seringueira da Amazônia (Hevea sp.) onde os seringueiros retiram o látex para fazer produtos de borracha como preservativos. São plantas que tem aspectos de cactos com látex branco ou colorido que geralmente são venenosos. Às vezes formando falsas flores como as de Euphorbia. Tem distribuição ampla pelo mundo, mas ocorre mais em regiões tropicais possuindo 222 gêneros e 6.100 espécies descobertas até 2010.

Sobre 

Faz Ciências Biológicas na UFPB - Criador do livro Guia de Plantas
Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
Siga-me!

    Me encontre em:
  • facebook
  • twitter
Última atualização: 31 de janeiro - 2018 às 10:50

Faça parte do nosso grupo no Facebook

grupo facebook

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.