Essa planta é usada há muito tempo pela humanidade. Quando se fala na planta, podemos entender que ela é uma erva aromática. Mas o que é mais usado são os rizomas e não suas folhas (apesar de os indianos fazerem uso também de suas folhas, nós aqui no Brasil utilizamos somente o pó do rizoma).

Ela é muito conhecida pela medicina Aiurveda ( Ayur = Vida / Veda = Ciência – O sistema medicinal Indiano que se originou há 7 mil anos atras e se mantém como o oficial do país até hoje) e na medicina Chinesa (desenvolvida na China, inicialmente ao longo do rio Amarelo e se mantém até hoje).

Ela também é o principal ingrediente do Curry (Uma mistura de temperos asiáticos que é eficaz contra o câncer), muito usado no preparo de sopas, para tornar o alimento mais forte.


Nome científico
Curcuma longa

Características

  • O tamanho total da planta pode chegar a 100 cm de altura.
  • Cuidado ao plantar pois ela pode se espalhar facilmente.
  • Suas flores são brancas ou rosas.
  • Suas folhas são de tamanho grandes, bem verdes e brilhantes e podem chegar até 60 cm de comprimento. Elas são bem pontiagudas, fácil de reconhecer.
  • É uma planta membro da família Zingiberaceae, do Gengibre e assim como ele, é muito eficaz no tratamento de doenças do trato digestivo, mas não se limita só a isso.

Componentes Químicos

Da cúrcuma podemos extrair, como dissemos antes, a curcumina que é seu principal componente, um pigmento amarelo, também extraímos óleo volátil, minerais e vitaminas e resinas.


Benefícios no organismo e propriedades medicinais

Anti-inflamatóriaAnticâncerAntioxidanteBactericidaCarminativaColagogaColeréticaDesintoxicanteHipolipidêmica

Anti-oxidante (reduz níveis de colesterol) – reduz colesterol alto, antiviral e anti-fúngica, anticancerígena (combate e previne o câncer), estimula o fluxo da bile (colagoga), aumenta a secreção da bile pelo fígado (colerética), bactericida, é anti-inflamatório, antisséptico e desintoxicante do fígado.

  • Estudos mostram que ela tem ação analgésica leve.
  • É bom pra usar contra Alzheimer, Câncer, Diabetes e Artrite.
  • Ao consumir a cúrcuma na quimioterapia, ela aumenta os efeitos do remédio e reduz os efeitos colaterais provocados por ele.

Partes usadas

  • Da cúrcuma só utilizamos o Rizoma (caule subterrâneo), mas na Índia eles também usam as folhas medicinalmente e na culinária.
  • Usada para fazer a Cúrcuma (um tempero em pó que é usado na mistura de outros temperos) que dessa cúrcuma, pode se extrair a curcumina, que é seu extrato medicinal.


Cuidados no uso e advertências

  • Se usado em demasia, pode causar irritação na pele.
  • Para usar quando se tem cálculo biliar, é necessário procurar orientação médica antes.
  • Usar na gravidez é seguro, agora não pode exceder, evite o excesso pois pode ser prejudicial. Consuma na gravidez somente doses culinárias.
  • Evite consumir em caso de gastrite ou úlcera.
  • Evite o excesso de consumo da cúrcuma.

Culinária

  • Compre o pó de cúrcuma e use para polvilhar arroz, sopas e feijões para que ele atue no seu organismo quando você comer.
  • Também você pode tomar o pó misturado com água ou suco.
  • Pode comprar a pomada da cúrcuma para tratar de arranhões, frieiras e micoses.
  • Pode fazer a tintura – veja aqui com a cúrcuma ou fazer uma decocção – veja aqui (chá com o rizoma).
  • Para fazer o arroz “curcumado” que é bom para prevenir o câncer, é só pegar 1 colher (sopa) de manteiga, colocar na panela e juntar cebola picada, um tablete de caldo de carne para dar um gosto (aqui no NE a gente conhece como Knnor, mas tem outras marcas) e deixar refogar por 4 minutinhos. Lave o arroz (duas xícaras de arroz) e junte com cúrcuma (1 colher de chá) e sal. Na hora de colocar o sal, faça moderadamente, pois isso tudo já vai ficar salgado por causa do caldo de carne. Deixe refogando por mais alguns minutos. Agora é só colocar 4 xícaras de água e deixar cozinhar e está pronto o seu arroz.
  • Na Ásia, além de usar os rizomas, eles usam também as folhas para tempero ou para embrulho de outras comidas, mas aqui no Brasil é mais usada o rizoma para misturar com o Curry (Veja: usando folhas de Curry para cozinhar), fazer arroz, polvilhar sopas e refeições, comer cru com água para tratamento, etc.

Localização

É uma erva originária e mais cultivada na Índia, onde são mais usados seus rizomas


Cultura e como plantar

  • Plantar em solo bem drenado que seja arenoso e argiloso mas não que seja muito úmido para não inibir o crescimento de sua raiz.
  • Use compostagem para tornar o solo fértil e plante em sombra parcial.
  • Essa planta gosta de crescer em lugares quentes, abafados e o solo deve ser drenado para que suas raízes cresçam, afinal, é isso que queremos, utilizar as raízes (ou rizomas, que são os caules subterrâneos) da planta.
  • Se você estiver em lugar frio, pode procurar uma estufa para plantar, assim ela crescerá com facilidade.
  • Pode ser plantada pelas sementes que podem ser compradas pela internet, ou pode ser plantada pela divisão da raiz.
  • Plantar a cúrcuma em lugar ensolarado produz-se mais rizomas.
  • Aqui no Brasil não será encontrada na natureza. Na natureza só encontra-se na Índia e outros países asiáticos.
  • Ao colher o rizoma da planta, primeiro cozinhe ele e só depois ponha para secar.

Fotos:

curcuma-po-raiz-portalvegetal

Cúrcuma – pó – raiz / Can Stock Photo Inc. / smarnad

curcuma-longa-plantacao

Plantação de cúrcuma – Can Stock Photo Inc. / nuwatphoto

arroz-com-curcuma-portalvegetal-com

Arroz com Cúrcuma – Can Stock Photo Inc. / Amaviael

Última atualização: 31 de maio - 2014 às 21:16
Lista das plantas medicinais de A a Z

Continue lendo mais plantas com letra "c"

  • Casca-preciosa
  • Café
  • Chacrona (Psychotria viridis)
  • Cipó-mariri - Ayahuasca (Banisteriopsis caapi)
  • Coqueiro - Cocos nucifera
  • Mais

  • Continue lendo mais artigos

    Sobre 

    Ciências Biológicas - UFPB e cia.
    Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
    Siga-me!

      Me encontre em:
    • facebook
    • twitter