O Gênero Alpinia é muito rico, contem mais de 200 espécies e está mais fortemente distribuído na Malásia e Ilhas do Oceano Pacifico. Não a confundir Alpinia zerumbet – Colônia com o Cardomomo-verdadeiro Elettaria cardomomum (L.) Maton. São parecidas, até nas suas propriedades pois ele também é usado na medicina tradicional de forma similar.


Nome científico
Alpinia zerumbet (Pers.) B.L. Burtt & R. M. Sm.

Outros Nomes

Pacová, Colônia (No Nordeste), Jardineira (Rio de Janeiro), Louro-de-baiano, Alpínia, Falsa-nos-moscada, Vindivá (Pará), Shell Ginger (Estados Unidos), Cardomomo-falso, Flor-da-redenção, Bastão-de-imperador, Agua-de-alevante.


Família
Zingiberaceae

Características

Uma Erva aromática de porte grande

Cresce de 2 a 3 metros de altura

Á agrupada em touceiras

Uma herbácea robusta

Rizomatosa

Folhas longas, largas e de pontas finas

Flores campanuladas cor-de-rosa, podendo também ter amarelo em branco, marrom. Em geral coloridas.

Inflorescências semi-pendentes

As touceiras devem ser tratadas para retirar o excesso de folhas frequentemente a cada 6 meses

As folhas da planta contém células oleíferas, onde acondiciona o óleo essencial.

Esta espécie faz parte da família Zingiberaceae (53 gêneros e 1.200 espécies) que faz parte da ordem Zingiberales.


Componentes Químicos

Óleo essencial ricos em monoterpenos e sesquiterpenos. Cineol, terpineol, flavonóides, kava-pironas.

Os óleos essenciais são presentes na planta para realizar funções para defesa contra agressores para a sobrevivência da planta. O Óleo essencial de A. zerumbet se chama OEAz, é rico em terpenos e possuem atividades no canal de cálcio, gerando resultados em músculos.


Benefícios no organismo e propriedades medicinais

BactericidaCalmanteDiuréticaEstomáquicaVermífuga

É muito usada popularmente para tosse, gripe, febre e dor desde tempos antigos.

Partes usadas

Folhas, flores e raízes


Como usar / Chás e receitas

Faz-se o chá com as folhas, flores ou raízes. O extrato aquoso é retirado para testes das folhas e do óleo essencial.

Coloca-se um litro de água fervente sobre as folhas cortadas em um pote, fecha o recipiente e espera esfriar em repouso. Quando ficar amarelo, pode usar (não deixar ficar cor-de rosa pois fica com os constituintes que não nos são importantes, havendo também oxidação). Substitui-se pela água que se toma diariamente, podendo tomar até 1 litro por dia. Ao tomar esse chá depois de um dia pode-se ver uma melhora na pressão alta, porém se não der certo, pode-se fazer o tratamento mais um dia, dessa vez com um pouco de folha em quantidade fixa (duas está bom para cada litro). Lembrando que a pressão alta em crise é muito perigoso e se caso não de certo o tratamento, procurar um médico.

Algumas pessoas também usam as folhas pulverizadas como um comprimido com os componentes, porém a folha é dotada de muita fibra e fica difícil a digestão.

O Chá feito com as flores fica bem aromático e agradável.


Pra que serve? (indicações)

Ansiedade DepurativasAnti-histéricasAntifúngicaAntiinflamatóriaCoraçãohipertensãoHipotensorapressão altareumatismoTranqüilizante

Localização

Asiática. Após a dispersão na Ásia, foi distribuída pela África tropical, América do Sul e Central. Distribuída no Brasil como medicinal e ornamental. Pode ser encontrada facilmente em jardins e praças.


Cultura e como plantar

Multiplica-se pelos rizomas (parece com o gengibre). Retira-se a parte aérea e deixa só o rizoma, planta-se irrigando todos os dias e espera-se brotar. Com um palmo cada muda, elas podem ser transplantadas para local definitivo. Plantar em solos simulando o seu habitat na natureza que são solos úmidos em locais sombreados ou semi-sombreados.


Mais sobre esse assunto

Sinônimos:  Alpinia fuviatilis Hayata, Alpinia schumanniana Valeton, Costus zerumbet Pers., Languas schumanniana (Valeton) Sasaki, Languas speciosa (J. C. Wendl.) Small, Zerumbet speciosum J. C. Wendl.

Existe outras espécies como Alpinia sanderae e A. purpurata que são mais cultivadas como ornamentais.


Fotos:

alpinia-zerumbet1

Inflorescência de Alpinia zerumbet

Fonte:

Anatomia foliar de Alpinia zerumbet (Pers.) Burtt & Smith (Zingiberaceae)
Viabilidade do uso do óleo essencial de Alpinia zerumbet Zingiberaceae, na otimização do tratamento fisioterapêutico em paralisia cerebral espástica
AVALIAÇÃO FENOLOGICA DA ESPÉCIE Alpinia zerumbet (Pers.) Burtt & Smith


Última atualização: 20 de julho - 2016 às 4:43
Lista das plantas medicinais de A a Z

Continue lendo mais plantas com letra "c"

  • Casca-preciosa
  • Café
  • Chacrona (Psychotria viridis)
  • Cipó-mariri - Ayahuasca (Banisteriopsis caapi)
  • Coqueiro - Cocos nucifera
  • Mais

  • Continue lendo mais artigos

    Sobre 

    Ciências Biológicas - UFPB e cia.
    Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
    Siga-me!

      Me encontre em:
    • facebook
    • twitter