É uma planta considerada daninha porque cresce espontaneamente em terrenos baldios e solos agrícolas. Apesar disso, é uma planta com potencial para produção de fitoterápico tendo em vista suas propriedades. Seus componentes ainda não foram bem estudados, porém há o testemunho informal de suas ações no organismo com o uso tradicional. Suas folhas e raízes são usadas para fazer infusões e decocção para a cura interna, sobretudo de doenças urinárias, como anti-inflamatório, e externa tópica como dor lombar e antisséptico. Possui correlação com o Picão-preto (Bidens pilosa)


Nome científico
Acanthospermum australe (Loefl.) Kuntze

Outros Nomes

Amor-de-negro, Mata-pasto, Picão-da-praia, Picão-da-prata, maroto, Cordão-de-sapo, Carrapicho-miúdo, Chifrinho, Carrapicho-rasteiro, Carrapichinho, Carrapicho-de-carneiro


Família
Asteraceae (Compositae)

Características

  • Herbácea
  • Anual
  • Prostrada (decumbente)
  • Folhas: Simples, inteiras, cartáceas, margem serreada. Mede de 1,5 cm a 3,5 cm de comprimento. Pecíolo achatado dorsiventralmente. Epiderme unisseriada com cutícula fina e tricomas tectores e glandulares (sendo do mesmo tricoma que ocorre no caule) com 5 feixes vasculares colaterais envolvido por parênquima.
  • Flor: Amarela em capítulos terminais axilares
  • Fruto: Aquênio
  • Ramificada com ramos ou caules pubescentes na cor roxa. Caule cilíndrico de epiderme com células tabulares e ao redor delas tricomas tectores pluricelulares.
  • Pode medir de 20 a 40 cm de comprimento a planta toda.

Asteraceae é uma família de plantas cosmopolitas que possuem 1.100 gêneros e 25.000 espécies (número aproximado). O habitat dessa família de plantas costuma ser em regiões tropicais, subtropicais e temperadas montanhosas, com prevalência em regiões abertas e áridas e pouca prevalência em florestas úmidas. Possui 180 gêneros no Brasil de plantas herbáceas, perenes, poucos subarbustivas ou arbustivas e ainda menos gêneros de hábito arbóreo.


Componentes Químicos

Flavonoides, Acanthostral, Germacranolídio. Lactonas sesquiterpênicas e diterpênicas, óleo essencial rico em elemeno, cariofileno, cadineno, germavreno A nas folhas. Alguns de seus componentes químicos tem atividade inibidora de tumor – câncer.


Benefícios no organismo e propriedades medicinais

Anti-inflamatóriaAntidiarreicaAntissépticaAromáticaDiaforéticaFebrífugaTônica

Esta planta tem potencial para produção de medicamento fitoterápico. A maioria dos registros de suas propriedades é como informal sem comprovação científica, então tome cuidado no uso.

Partes usadas

Folhas e raízes


Como usar / Chás e receitas

Fazer o chá com folhas (infusão) ou raízes (decocção), principalmente para doenças do sistema urinário. Para usar externamente, aplicação tópica para Dor lombar, Dor renal, Úlcera, Ferida, micoses. Em estudos, detectou-se ativo contra (Plasmodium falciparum) da malária.


Pra que serve? (indicações)

AnemiaAntiblenorrágicaAntimaláricaartriteBrinquiteDiarreia É a doença que pode ser crônica, aguda, infecciosa e não infecciosa que pode causar um processo inflamatório na mucosa intestinal, também lesão nos enterócitos, a Saiba mais...Dispepsiador lombarDor renalErisipelaEupépticaFebre Aqui denominada febre de origem obscura, ou desconhecida acontece quando não se sabe a causa. Quando é medida no paciente com quantos graus ele está e acusa a partir d Saiba mais...feridashemorragiaInchaçoMicosesMucilaginosareumatismoÚlcera Péptica Perda de tecido no trato digestivo, estes que estão em contato com a secreção do estômago. Pode ter surto e calmaria da doença. A causa é os mecanismos de defesa do Saiba mais...Uretrite

Localização

Nativa da América Tropical


Cultura e como plantar

Multiplica-se por sementes. Terra com textura arenosa em campos e cerrados. É considerada daninha (ocorre muito em terrenos baldios) mas se bem cultivada fora desses lugares, pode ser usada como medicinal. Na natureza ocorre em quase todo o Brasil, sobretudo em solos agrícolas.


Mais sobre esse assunto

Sinônimos: Melampodium australe Loefl., Acanthospermum brasilum Schrank, Centrospermum xanthioides Kunth, Echinodium prostatum Poit., Acansthospermum xanthioides (Kunth) DC.
Acanthospermum hispidum DC. (mais usada como broncodilatadora) também ocorre no país com as mesmas propriedades, mas a atual é mais conhecida. A. australe encontrada em campos de altitude do sul, também usada para os mesmo fins medicinais (sobretudo Reumatismo, Artrite, Inchaço, Hemorragia).


Fotos:

acanthospermum australe

Picão – Acanthospermum australe – Foto por Orsângela Rolim da Flora digital do Rio grande do Sul e de Santa Catarina

Fonte:


Última atualização: 7 de janeiro - 2017 às 23:09


Faça parte do nosso grupo no Facebook

grupo facebook

Lista das plantas medicinais de A a Z

Continue lendo mais plantas com letra "c"

  • Castanhola
  • Casca-grossa (Maytenus erythroxyla)
  • Chanana - Turnera subulata
  • Capim pé-de-galinha (Dactyloctenium aegyptium)
  • Coentro
  • Mais

  • Continue lendo mais artigos

    Sobre 

    Ciências Biológicas - UFPB e cia.
    Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
    Siga-me!

      Me encontre em:
    • facebook
    • twitter