InCor estuda como vinho pode fazer bem ao coração e intestino

Wineflora Study, pela FAPESP, estuda a influência do vinho tinto sobre a flora intestinal e produção de N-óxido-trimetilamina (TMAO). Ele fizeram com que uma vinícola do Rio Grande do Sul produzisse uma garrafa de 250 ml (quantidade indicada para consumo saudável) especial para o próprio laboratório, pois tinham o objetivo de testá-lo em pessoas para saber como funcionava uma enzima presente no vinho / flora intestinal que faz bem à saúde.

incor-wineflora

O vinho leva até o nome do “Incor” no rótulo, na pesquisa feita pelo Dr. Protásio Lemos, indicam benefícios para sistema vascular, enzima ligada a arteriosclerose, que pode ser controlada por antibióticos, mas o reveratrol presente no vinho é importante na interação tendo potencial efeito medicinal.

Os esforços para fazer vinho saudável no sul do Brasil são grandes, vale até técnicas caseiras para fazer o esterco mexendo com a mão durante uma hora sem parar com a família toda, para aproveitar energia, depois enterrar por 6 meses para usar como composto nas videiras. É o que eles chamam de canalização de energias para melhorar os vinhedos. Eles dizem que o revestimento de madeira onde se coloca o composto para guardar após isso, não serve só para aumentar a temperatura e que os microrganismos trabalhem mais rápido, mas o campo magnético e rotação da terra ajudam a melhorar o resultado, também vale enterrar em crânio de vaca, tudo para captar determinado tipo de energia para isso, pelo que eles chamam de biodinâmica, com influências de fases da lua, energia de pessoas, da terra, porém rechaçam o que algumas pessoas falam, garantindo que não é misticismo. Os trabalhadores trocaram ao longo do tempo a agricultura com agrotóxicos para orgânico. Eles dizem que o vinho apesar ficar com o gosto final não tão bom, faz muito bem à saúde.

Sobre 

Ciências Biológicas - UFPB
Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
Siga-me!

    Me encontre em:
  • facebook
  • twitter
Última atualização: 29 de novembro - 2017 às 0:41

Faça parte do nosso grupo no Facebook

grupo facebook

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.