Babosa cura o Alcoolismo – Veja como fazer

Isso mesmo. A mistura da Babosa com mel de abelha (cuidado se você for diabético) ajuda pessoas que sofrem de diversas doenças, inclusive o Alcoolismo, que também é uma doença.

No alcoólatra, quando ele passa algum tempo sem beber, seu organismo sente a falta de Zinco, é aí que entra a Babosa.

Enquanto a pessoa que quer parar de beber estiver em abstinência recente da bebida, pode passar esse tempo se alimentando também de produtos que contém a substância da Babosa, o Aloe Vera. O ideal é que a pessoa faça o trituramento dela com mel de abelha, para que ela possa ser melhor ingerida. Sabe-se que o suco da Babosa é muito amargo e dificulta a passagem pela garganta, mas com o mel ela fica com o gosto melhor e dá para beber. Mas não é exatamente para isso que a maioria das pessoas que querem se curar, bebem o suco da Babosa misturado com o mel, para ficar doce, mas sim por causa do despertamento do princípio ativo do vegetal que a mistura provoca. Vamos dizer assim, ele desperta quando é misturado com o mel, as capacidades químicas da planta despertam quando misturadas, e algumas pessoas até chegam a misturar no suco um tipo de bebida destilada para aumentar seu potencial.

Uma forma muito usada para repor o Zinco que falta no organismo da pessoa é indo em uma farmácia e comprar um complexo vitamínico e começar a tomar, seguindo as orientações da Bula, mas se essa pessoa quiser se tratar usando produtos não-químicos, pode muito bem comprar produtos naturais à base de Aloe Vera (Babosa). Nesse tempo de tratamento, a Babosa também age no organismo como desintoxicante, eliminando impurezas do sangue e repondo o Zinco, que falta no organismo de uma pessoa que deixou de beber recentemente.

Dessa você não sabia!

Se você também já fez pesquisas sobre o assunto (em livros oficiais de medicina), considere em deixar um comentário para agregar mais informações ao nosso artigo.

Veja também: como parar de fumar

Sobre 

Ciências Biológicas - UFPB
Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
Siga-me!

    Me encontre em:
  • facebook
  • twitter
Última atualização: 3 de novembro - 2013 às 16:29

Faça parte do nosso grupo no Facebook

grupo facebook

comments

3 Comentários

  1. Pacheco junho 7, 2013
  2. Natali maio 27, 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.