O que é TDAH e quais as suas principais causas

Hoje em dia, muitas crianças e também adultos sofrem da TDAH (Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade). É normal nós às vezes sentirmos dificuldade de se concentrar e fazer nossas tarefas diárias, mas para milhões de brasileiros, sentar em uma mesa e realizar uma tarefa previamente planejada é um martírio, sempre tem alguma outra coisa para se fazer que aparece em mente. Sempre quando você se senta pronto para realizar algo, vem à sua mente pensamentos que não tem nada a ver com aquilo e você termina fazendo outra coisa completamente diferente. Para elas, é difícil pois isso interfere seriamente na vida da pessoa a ponto de fazê-las ter até depressão, chegando a procurar um médico.

TDAHTranstorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade – Attention Deficit/Hyperactivity Disorder

Hoje em dia os tratamentos mais convencionais para a TDAH são a terapia comportamental com o profissional de psiquiatria e também uso de drogas como o Metilfenidato, mais conhecida como Ritalina. As pessoas geralmente acabam por usar a Ritalina , que é um estimulante do sistema nervoso central considerado leve, e que é similar às anfetaminas. Ele trabalha no nosso organismo inibindo o transportador de dopamina aumentando seu efeito pós-sináptico. Hoje ainda existe dúvidas e mistérios quanto ao uso da Ritalina mas ele tem eficácia comprovada contra deficit de atenção e impulsividade.

tdah

A TDAH se classifica em três sintomas principais, a falta de atenção (o indivíduo não consegue se concentrar, sempre surge algo na mente do nada para atrapalhar), a hiperatividade (o indivíduo fica enérgico) e impulsividade (pessoas com impulsividade são aquelas que estão paradas agora e de repente se lembram de alguma coisa e que fazer naquele exato momento). Crianças normais sem TDAH podem ter alguns desses traços sem problemas. É normal até por causa do desenvolvimento do seu cérebro, as crianças vão crescendo e apresentando problemas de comportamento no convívio social, mas quando esses sintomas são notáveis, bem acentuados, necessário é consulta a um profissional para diagnosticar a TDAH.

Estudos revelam que as crianças com TDAH tendem a carregar os sintomas até a vida adulta.
Cerca de 5% a 10% das crianças do mundo, que estão da alfabetização em diante, apresentam os sintomas fortes da TDAH.
Em crianças é mais notável os traços do transtorno do que nos adultos, que geralmente tendem a guardar segredo e se controlar mais.
Não sem tem comprovação ainda, mas pesquisadores já conseguiram chegar a conclusões de que o córtex pré-frontal do cérebro de uma pessoa com TDAH, também os núcleos de base dele, entre outras estruturas do cérebro, são menores em pessoas com o transtorno, principalmente em crianças com o distúrbio de comportamento.

Existe evidências de que a hereditariedade também contribui para o aparecimento dos sintomas. Crianças filhas de pais com TDAH tem mais chances de desenvolver o transtorno, e crianças que tem irmão gêmeos com TDAH, também tem mais chances de ter.
Nascimento prematuro e lesões no cérebro também podem ser causa do distúrbio.

Com informações de : Neuroscience – Exploring the brain

Sobre 

Ciências Biológicas - UFPB e cia.
Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
Siga-me!

    Me encontre em:
  • facebook
  • twitter
Última atualização: 1 de agosto - 2014 às 6:57

Faça parte do nosso grupo no Facebook

grupo facebook

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.