Muito Açúcar faz mal ao coração e envelhece

Estudos tem mostrado que o consumo excessivo de açúcar ou de alimentos ricos em açúcar está ligado a doenças do coração e com a mortalidade precoce. Não se trata somente do açúcar que consumimos no dia-a-dia para adoçar nosso suco, mas de alimentos industrializados que na produção utilizam altas cargas de certos tipos de açúcares intoxicando o consumidor com este excesso.

Na produção do açúcar convencional, primeiro é obtido o caldo da matéria de onde vai se extrair o açúcar (cana de açúcar) e depois mandá-lo para o tratamento. Aquece e espera evaporar umidade desse caldo. Sobra um xarope que é então mandado para outra máquina para cozimento para que cristalize o açúcar e aproveita-se o liquido separado. À medida que vai cozinhando, o xarope vai se cristalizando a sacarose onde vai sobrar um liquido de açúcar sólida + melado misturados. Manda-se o produto para a centrífuga (rodar) para separar o açúcar e o chamado melaço (mel). O melaço vai ser mandado para fabricar o álcool e o açúcar que sobra é finalizado no secador para deixar ele seco, pois no processo ainda sobra umidade do melaço, que então é ensacado e enviado para os supermercados.

muito açúcar faz mal

Consumir muito açúcar faz mal

Dieta com excesso de açúcar faz mal

Como vários alimentos como frutas, leite, etc. já vem com açúcar da natureza, nós podemos sobreviver bem sem usar tanto o açúcar da cana-de-açúcar para adoçar nossos alimentos. Existem até pessoas que vão vendo os rótulos dos alimentos nos supermercados para saber a quantidade de açúcar que o produto tem enquanto estão nessa dieta sem açúcar. De acordo com nutricionistas, apenas alguns dias (3 dias nos casos que vi) com uma dieta sem açúcar já é bom para a sua saúde. Porque de acordo com estudos feitos por órgãos do exterior de prevenção de doenças como o Centers for Disease Control and Prevention e o The American Journal of Clinical Nutrition, o consumo excessivo de açúcar está ligado a um alto risco de doenças no coração e também quem consome muito açúcar tem 10% mais chances de morrer mais cedo do que outras pessoas que balanceiam o açúcar na dieta de forma prudente. O açúcar não é de todo mal, faz bem, mas acontece que a dieta das pessoas hoje em dia está carregada em açúcar, vide os refrigerantes e as bebidas energéticas que tem uma alta carga de açúcar e as pessoas não estão preocupadas.

Dicas para saber se um alimento tem açúcar ou não pelo rótulo

As pessoas quando vão comprar os alimentos no supermercado quando estão com uma dieta de restrição de açúcar geralmente só procuram no rótulo o nome “açúcar”, esquecendo-se dos outros termos que também se referem ao açúcar. Alguns deles que podem ser encontrados nos rótulos: Concentrado de sumo de fruta, frutose, maltodextrina, xarope de milho, amido, lactose, adoçante, xarope de algo, etc. Estejamos atentos.

Dieta do açúcar zero é realmente saudável?

Uma jornalista australiana escreveu um livro sobre sua experiência chamado I quit Sugar – Sarah Wilson onde ela conta como cortou o açúcar da alimentação e dá dicas de como fazer isso. No livro também pode ser encontrado um programa de 8 semanas para controlar o consumo do açúcar, porém é uma dieta radical. Se a pessoa segue, vai aos poucos diminuindo até chegar a quase zero de açúcar, retirando da alimentação todos os alimentos que tem açúcar, deixando só os essenciais. No livro tem a dica de a pessoa diminuir o consumo além de alimentos insdustrializados, diminuir as frutas que elas também tem frutose, mas a controvérsia é que esses alimentos naturais são essenciais para o organismo aproveitar vitaminas e minerais essenciais para o funcionamento do organismo. O ideal então fica sendo não cortar de vez tudo, mas cortar o excesso de açúcar da alimentação para manter o organismo saudável.

Excesso de açúcar envelhece

Existem pesquisas feitas com o açúcar na ação do colágeno na pele e ficou comprovado que o excesso faz com que o colágeno, uma substância elástica que se encontra também na pele, se ligue de forma incorreta danificando a pele, acarretando precocemente rugas no rosto e flacidez em outras partes do corpo. Para evitar, o ideal é reduzir a quantidade do açúcar que utilizamos no dia-a-dia para adoçar os alimentos, reduzir os industrializados com alta carga de açúcar como os refrigerantes e aumentar o consumo de frutas e outras fontes de açúcar natural como frutas, legumes e outros vegetais.

O consumo de doces é como um vício

Quando uma pessoa está viciada em algo, seja em drogas, seja em algo que ela gosta muito de fazer, o psicológico conta bem mais do que o fisiológico. Se a pessoa realmente colocar na cabeça que não quer mais aquilo, ela vai se esquecendo e com o tempo ela vai, como em progressão geométrica, diminuindo sua vontade de fazer aquilo. Se hoje ela tem vontade de satisfazer o vício de hora em hora, amanhã ela vai ter vontade de 2 em 2 horas e assim sucessivamente até não ter mais vontade porque vamos esquecendo e atrelado a isso, o nosso organismo vai se acostumando. Claro que essa é uma forma figurativa de dizer, mas é assim que funciona. No caso de comer doces, você que sofre de obesidade e gosta muito de comer doces, ao parar, suas papilas gustativas vão se acostumar sem o açúcar com o tempo.

Quanto mais a concentração de açúcar no alimento, mais viciante ele é, isso porque quando a pessoa vê aquela sobremesa doce, por exemplo, ela tem logo o desejo de comer. Ao comê-la e o alimento chegar ao estômago, no cérebro o organismo libera a dopamina no que faz com que ela se sinta bem por ter aquele desejo realizado, querendo logo comer de novo para sentir a sensação novamente. O ideal é cortar os desejos ou as situações que nos levam a ter o desejo de comer (como ficar de frente a geladeira aberta, ou comprar doces para deixar guardado).

Conclusão

Bem, é difícil e pode até não ser bom para a saúde cortar totalmente o açúcar da dieta, seja de sobremesas pesadas, seja de uma simples frutas do dia-a-dia. Mas é muito saudável uma pessoa que come muitos doces eliminar gradativamente o açúcar (de refrigerantes, doces, guloseimas) até que fique consumindo açúcar normalmente, mas só vindos de fontes naturais (frutas, sucos, etc.) sem adoçar com tanto açúcar (da cana-de-açúcar).

public

Sobre 

Ciências Biológicas - UFPB e cia.
Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
Siga-me!

    Me encontre em:
  • facebook
  • twitter
Última atualização: 29 de setembro - 2016 às 20:25

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.