A Aroeira é nativa daqui do Brasil, mas é cultivada no mundo todo, muito conhecida pela quantidade de compostos nas folhas e na casca como óleos essenciais e alcaloides que combatem fungos e germes, tendo ate um histórico pelos peruanos de uso da seiva da Aroeira como anti-germe.

Esta é uma espécie de Aroeira conhecida por seu efeito no organismo para recuperar tecidos degradados por alguma doença cutânea (doenças de pele). Recupera de irritações, coceiras e organismo fraco que deixa as veias mais fracas, ocorrendo as varizes e hemorroidas. Está localizada em regiões secas e de Caatinga do Brasil.


Nome científico
Myracrodruon urundeuva

Outros Nomes

Aroeira, Aroeira-da-serra, Aroeira-verdadeira, Aroeira-do-campo, Aroeira-do-sertão, Aroeira-preta, Arendiúva, Arindeúva, Caracuramira, Urundeúva, Pimenta rosa.


Família
Ansgiospermae – Anacardiaceae

Características

  • A árvore da pimenta-rosa é usada em vários lugares como sombreiro e é invasiva.
  • Cresce de 5 a 10 metros, dependendo do local onde está plantada. Se em solos pobres e clima seco, como na Caatinga, cresce pouco (até 10 metros), se em Cerrado ou áreas mais úmidas, até quase 25 metros.
  • Seu tronco costuma ser grosso, de ao menos de 3 a 5 metros de circunferência.
  • Folhas: Compostas, imparipinadas, 7 pares de folíolos ovados, pubescentes nos dois lados. Mede até 5 cm de comprimento.
  • Flores: Tanto as masculinas quanto as femininas são pequenas. Cor púrpura. Alguma chegam a ser marrom claro.
  • Frutos: Drupáceos e bem pequenos. Ovais ou redondos. São em forma de estrela. Semelhante ao anis estrelado.

Componentes Químicos

Taninos catéquico, taninos pirogálico, chalconas diméricas, flavonóides, alfa-pineno, gama-terpineno, beta-cariofileno


Benefícios no organismo e propriedades medicinais

Anti-inflamatóriaAntidiarreicaAntitussígenaBroncodilatadoraCicatrizanteDiuréticaExpectorante

Já foi até feito um estudo aqui na Universidade de Pernambuco que é conhecido em todo o mundo onde se separou várias pessoas com vaginose (uma doença bacteriana que afeta a vagina causando corrimento) e foi aplicado uma pomada com o extrato da planta na área sempre à noite. Mais de 20% dos pacientes tiveram melhora. Ela também serve para candidíase podendo fazer uma loção com as cascas para plicação no local.

Alivia dor, mata células cancerígenas, reduz inflamação, mata fungos e bactérias, alivia secreções, mata a cândida da candidíase, reduz pressão, cura feridas, reduz catarro, inseticida (podendo fazer uma loção para aplicar na horta), mata vírus etc.

Partes usadas

Entrecasca


Como usar / Chás e receitas

Fazer chá de aroeira com as folhas da planta – Chá serve para tratamento à longo prazo, mais para prevenir ou tratar gripes e infecções.

Fazer decocção da casca – Tomar meia xícara por dia para doenças mais leves como gripe, dor de garganta. Caso queira usar para tratamentos internos como doenças do sistema urinário ou menstrual, tomar meia xícara duas vezes por dia.

Fazer tintura da casca – 2ml da tintura 3 vezes por dia serve como meia xícara da decocção da aroeira, ou uma xícara do chá para os mesmos tratamentos.

Como as doenças da boca são muitas vezes causada por bactérias, podemos fazer um chá para gargarejo, usando as entre-cascas (a parte de dentro da casca) picando e colocando em meio litro de água fervente e deixar fervendo por 15 minutos. Deixar íngreme, abafado e depois coar para aproveitar só o líquido. Esse chá vai estar forte, não é para tomar, é para diluir em meio copo de água e fazer gargarejos 3 vezes por dia até ficar bom.

—————————————-

Fazer banho de assento pós-parto. Cozinhar a entrecasca (parte interna da casca ou a casca interna) e aproveitar a água. Gestantes são mais suscetíveis a ter hemorroidas e por isso fazem muito uso dessa planta depois de ter o filho.

Colher a entrecasca e deixar secar à sombra. Cozinhar 100g da entrecasca picada em meio litro de água. Coar, reutilizar e fazer mais meio litro e juntar. Beber ou aplicar na pele e feridas. Também pode fazer gargarejos caso seja alguma inflamação na mucosa da boca (adicionando mais água pra não irritar a mucosa por ser muito forte).

No máximo, 2 colheres de sopa 3 vezes ao dia, do chá.

Para aplicar em vaginite, colocar com uma seringa 10 ml da loção feita após aplicar no absorvente interno do tipo O.B. quando dentro da vagina. Em candidíase em pênis, fazer compressa com uma gase esterilizada.

Em Hemorroidas, fazer compressa ou banho com a infusão preparado anteriormente depois de higienizar o local.


Pra que serve? (indicações)

catarroCervicitecoceiragastritegripehemorroidasinfecção urináriatosseÚlcera Péptica Perda de tecido no trato digestivo, estes que estão em contato com a secreção do estômago. Pode ter surto e calmaria da doença. A causa é os mecanismos de defesa do Saiba mais...Vaginite

Toda a planta pode ser usada para combater problemas vasculares, do coração, fungos, doenças do trato urinário, doenças respiratórias, úlcera, diarreia, problemas de pele.



Cuidados no uso e advertências

Cuidado quando for consumir, não exagerar, risco de causar uma irritação intestinal por causa dos monoterpenos do óleo volátil encontrada nela.

Não usar na gravidez


Localização

É uma planta de Savanas. Como no Brasil a Caatinga é a Savana, é nela que ela se encontra. Porém existe outros lugares onde são encontradas como Matas subúmidas (onde elas crescem mais).

Regiões encontradas: Alguns estados do Nordeste. São Paulo. Mato grosso.

Nos Campos também são encontradas. Costuma rodear assentamentos de rochas calcárias.


Mais sobre esse assunto

Sin.: Astronium juglandifolium, Astronium urundeuva


Fotos:

aroeira folhas molhadas

Foto: Tarcísio Leão no Flickr

aroeira frutos pimenta rosa

Foto: Dinesh Valke no Flickr

Última atualização: 18 de março - 2015 às 6:46

Lista das plantas medicinais de A a Z

Continue lendo mais plantas com letra "a"

  • Angelim falso (ou pau bicho)
  • Antúrio
  • Agaí
  • Araticum - Annona spinescens
  • Abricó-do-Pará - Mammea americana
  • Mais

  • Continue lendo mais artigos

    Sobre 

    Ciências Biológicas - UFPB e cia.
    Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
    Siga-me!

      Me encontre em:
    • facebook
    • twitter