Óleo de Andiroba da Amazônia é repelente e anti-inflamatório

Andiroba é uma planta arbórea de nome científico Carapa guianensis, de nome farmacêutico Semen Carapa da família Meliaceae onde o óleo das sementes é bastante valorizado tendo um amargor peculiar servindo como tônica para o organismo, porém há controvérsias sobre seu uso interno visto que pode atacar os rins, é mais usada desde o período colonial aprendida com os índios para repelente de insetos seja para fabricar velas temperando com o óleo ou para aplicar na pele misturado com Urucum (Bixa orellana), e como combustível para candeeiro. O óleo costuma ser falsificado e para descobrir, basta aplicar na pele e se secar rápido, é óleo de andiroba, mas se demorar a secar e deixar a pele oleosa por muito tempo está adulterado. A planta também tem outros nomes populares como Carapá, Caropá, Angiroba, Yandiroba e variações.

É originária dos arredores de Cuba, Guianas, Venezuela e Peru, já perto do Brasil, enfim, na América central e arredores. Carapa do nome científico vem do indígena “Caraipa” e guianensis é por causa da Guiana Francesa, país onde foi primeiramente batizada e descrita pelos cientistas, e o nome popular indígena Yandiroba vem do Tupi que quer dizer “Azeite amargo”. É esse óleo que é misturado ao Urucum para ser usado na pele como repelente de insetos. Pessoas com reumatismo e problemas nas articulações aplicam na pele por causa de sua ação anti-inflamatória.

Não só essa, mas quase todas as plantas da família Meliaceae tem essa característica de ter um gosto amargo, que vem de meliacinas encontradas nas cascas e sementes, onde tem vários tipos de óleos como palmítico, oleico, mirístico, linoleico, araquídico, limonoides e fitosterois. O gosto amargo traz a propriedade adstringente da planta, que constringe o tecido, por isso é eficaz contras feridas para fechar os locais, mas não as sementes, mas sim as cascas do caule e as folhas são usadas como adstringente. Na fitoterapia contemporânea é recomendado somente o óleo aplicando na região afetada como compressa, também eficaz para picadas de insetos para uso como repelente natural e até depois de picadas pois também serve para lesões na pele.
Tem ação larvicida contra Aedes aegypti e também foi verificado ação contra parasita como o Plasmodium falciparum que causa malária.

Óleo de andiroba

Óleo de andiroba – Via: Amazonoil

Nas comunidades ribeirinhas o óleo é obtido das sementes cozindo, deixando fermentar em descanso por 15 dias, seguindo o descascamento, amassar e colocar para escorrer o óleo no sol em descanso saindo um óleo avermelhado e turvo (a quente) que ainda fica esbranquiçado na superfície, e a frio de cor amarelo-claro.

Sobre 

Ciências Biológicas - UFPB
Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
Siga-me!

    Me encontre em:
  • facebook
  • twitter
Última atualização: 26 de novembro - 2017 às 18:23

Faça parte do nosso grupo no Facebook

grupo facebook

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.