É uma planta nativa da Europa, região do Mediterrâneo e Oeste Asiático. É usada na gastronomia principalmente em saladas em várias partes do mundo. Também é cultivada em várias partes do mundo tanto para serem usadas na gastronomia, quanto para fins medicinais.

O aipo é uma planta que pode ser toda usada na medicina alternativa e na culinária. O mais apreciado é sua raiz, quando da variedade que dá a raiz tuberosa como batata, que pode ser acrescentada em sopas, feijões e caldos. Ela tem um poder imenso para agir no sistema digestivo, eliminando gases e fazendo ele trabalhar melhor. É ótimo para adicionar vitaminas à refeição, visto também que ela combate a Anemia e deficiência de ferro.


Nome científico
Apium graveolens

Outros Nomes

Aipo-bravo, Aipo-d’água, Aipo-cultivado, Aipo-doce, Aipo-hortense, Aipo-dos-Pântanos, Aipo-rebanho, Aipo-silvestre, Celeri, Sabão, Sabão-doce, Salsão


Família
Angiospermae – Apiaceae (Umbelliferae)

Características

As folhas são folhosas e ramificadas, mas existe outra espécie selvagem do Aipo e tem essas características mais perceptíveis. O talo do Aipo pode ser usado para fazer um suco desintoxicante do organismo. A planta cresce cerca de 50 cm. A raiz é em forma de bulbo.

  • Herbácea bienal
  • Planta ereta
  • Erva aromática
  • Hastes estriados
  • Folhas rugosas, compostas, pinadas, margens serrilhadas, pecíolos achatados
  • Flor pequena e branca
  • Há um contraste entre verde-claro o caule e verde escuro as folhas
  • Geralmente a planta tem de 25 cm a 65 cm de altura

Componentes Químicos

Óleo volátil, limoneno, apiol, selineno, ftalidas, cumarinas, furanocumarinas, flavonoides, minerais, ferro, fósforo, potássio.


Benefícios no organismo e propriedades medicinais

AfrodisíacaAnti-inflamatóriaAntiescorbúticaAntiespasmódicaAntirreumáticaAntissépticaAromáticaCarminativaDepurativaDiuréticaEmenagogaExpectoranteFebrífugaFungicidaGalactagogaHipotensivaSedativaTônicaTônica amarga

Sedativa, fungicida, diurética, antirreumática, age como antisséptico do sistema urinário (inibe proliferação de microrganismos), reduz flatulência, hipotensiva (reduz pressão arterial), antiespasmódica (anti-espasmos), galactagoga (aumenta a produção de leite), ajuda na eliminação do ácido úrico e é anti-inflamatória.

Partes usadas

As partes da planta usadas para curar doenças são as sementes, o óleo essencial, as folhas e o caule.

A semente e o óleo essencial do Aipo podem ser usados para tratar de problemas urinários, eliminar ácido úrico etc.

Talos, folhas e raízes (quando a tuberosa), óleo das sementes


Como usar / Chás e receitas

Óleo de massagem: Pingar 20 gotas do óleo do Aipo em 60 ml de óleo de amêndoa. Misture e massageie o abdômen para tratar indigestão e congestão hepática.

Pode ser usado da mesma forma para reumatismo.

Escalda Pés: 20 gotas de óleo em uma bacia com um pouco de água quente. Coloque os pés para tratar dores por causa de gota.

Suco: Para aliviar estresse, bater talos e folhas e beber um copo do suco.

Decocção: Ferver 15 g da sementes em meio litro de água por 10 minutos. Tomar 1/2 xícara três vezes por dia para tratar de gota, inflamações urinárias, artrite e vários problemas reumáticos.

———-

Pegar um punhado das folhas e colocar dentro do bule junto com os talos, em 2 copos de água, ferver e coar para beber morno e sem açúcar.

Pode ser usada como coentro, colocando elas cruas em saladas ou na refeição.


Pra que serve? (indicações)

AnemiacoliteExcitanteflatulênciagaseshipertensãoindigestãopedra nos rinsreumatismo

    Cuidados no uso e advertências

    Não usar as sementes e seus derivados na gravidez. Deve-se tomar cuidado com as cultivadas, pois podem conter fungicida. Usar o óleo essencial só com acompanhamento do seu médico.


    Localização

    Nativa do Sul da Europa

    Cultivada no Sul e Sudeste do Brasil


    Cultura e como plantar

    Aipo gosta de solo com composto orgânico, úmido, drenado e que dê sol direto. A dica é plantar as sementes na primavera em vasos, cobrir com uma camada bem fina de composto e colocar num lugar onde o sol bata com regularidade. Quando a planta crescer e chegar ao tamanho de cerca de 10 cm, transfira para o solo com a distância de 25 cm uma da outra planta. Na natureza é encontrada em áreas costeiras. No primeiro ano da planta, dá pra colher para ser comida em salada. No segundo verão, colha as sementes úmidas.


    Mais sobre esse assunto

    Existe duas variedades da planta, a que dá uma raiz tuberosa, com os tubérculos avantajados como batata-doce, e a que dão raiz normal. A de raiz normal é a

    Apium graveolens var. dulce, que é usada especialmente para salada e chá, e a de raiz tuberosa é a Apium graveolens var. rapaceum que é usada especialmente para o consumo da raiz.

    Sin.: Apium integrilobum Hayata, Apium vulgare Bubani, Carum graveolens Koso-Pol., Celeri graveolens Britton, Selinum graveolens Krause, Seseli graveolens Scop., Sium apium Roth, Sium graveolens Vest


    Fotos:

    Aipo

    Aipo raiz

    Última atualização: 2 de abril - 2015 às 6:26
    Lista das plantas medicinais de A a Z

    Continue lendo mais plantas com letra "a"

  • Angelim falso (ou pau bicho)
  • Antúrio
  • Agaí
  • Araticum - Annona spinescens
  • Abricó-do-Pará - Mammea americana
  • Mais

  • Continue lendo mais artigos

    Sobre 

    Ciências Biológicas - UFPB e cia.
    Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
    Siga-me!

      Me encontre em:
    • facebook
    • twitter