Esta planta Açucena do Brasil, considerada uma tulipa tropical que por sua beleza e facilidade de cultivo, é usada em jardins e decoração ambiente com plantas vivas, pode ser também usada para curar doenças, segundo tradições populares. Suas flores vermelhas, de algumas espécies, e laranjas de outra, da que tratamos aqui chamam atenção por sua beleza. Ela crescem em tufos de hastes, as folhas, e as flores no meio. É usada em quase todo o Brasil e também em países vizinhos. Sua principal particularidade são os seus bulbos que são mais usados na medicinal alternativa. São parecidos com cebolas e é usado para fazer suco ou chá.


Nome científico
Hippeastrum puniceum

Outros Nomes

Açucena-laranja, Amarílis, cebola-berrante


Família
Angiospermae – Amaryllidaceae

Características

  • Herbácea
  • Bulbosa (como alho, com bulbos no rizoma)
  • Decídua em períodos de inverno (decídua = perde as folhas em determinada estação)
  • Acaule (quase sem caule, pois tem a raiz, o rizoma que são os bulbos e as folhas depois disso)
  • Cresce até 40 cm de altura
  • As folhas são como a da babosa, sendo que mais fina (crescem uma acima das outras formando um tufo ou buquê redondo) As folhas desaparecem no inverno.
  • As flores são vermelhas, com tom alaranjado. No meio são brancas ou verdes. Sai em grupos em uma haste. Quando as folhas caem elas saem do bulbo, geralmente.
  • Os bulbos crescem até 10 cm.
  • É uma planta ameaçada de extinção, portanto, não é aconselhável a coleta da natureza, mas o cultivo próprio para consumo.

Existe espécies parecidas com ela, do mesmo gênero e de uso medicinal quase os mesmo, porém, a que estamos tratando neste artigo é a H. puniceum, que tem a parte interna da folha branca, e não a  H. psittacinum de regiões rochosas de altitude do sudeste com a parte interna verde,  ou H. morelianum de regiões montanhosas de altitude do sudeste, que tem a flor com ramificações ou listras nas pétalas e a parte interna (garganta) da flor verde.


Componentes Químicos

Hipagina, Pancracina, Alcalóide Fenantridínico, Licorina, Vittarina, Flavonóides, Campferol, Xilose


Benefícios no organismo e propriedades medicinais

AfrodisíacaAnalgésicaAntiasmáticaAntiviralEméticaHipotensivaPurgativa

Partes usadas

Sumo das folhas e bulbos


Como usar / Chás e receitas

Fazer suco com os bulbos para tomar e sumo das folhas para aplicar no ouvido para dores


Pra que serve? (indicações)

AntifúngicaAntitumoralasmaCâncer Câncer são vários tipos de doenças, seja no reto, seja na boca, seja no pulmão que ocorre no tecido quando o crescimento desordenado de células começa a invadir os Saiba mais...Catárticadordor de ouvidoExcitanteFrigidezimpotênciainfecção intestinalPeitoralpressão altaRespiratória

    Cuidados no uso e advertências

    O uso medicinal não é comprovado cientificamente. Além dos benefícios, foi encontrado também nos bulbos substâncias consideradas tóxicas, usar com cuidado.


    Localização

    Nativa do Brasil, se dá muito bem em clima tropical – seco – úmido, mas ocorre em várias regiões do Brasil. Registro de uso na Republica dominicana.


    Mais sobre esse assunto

    Sin.: Amaryllis punicea, Amaryllis equestris, Hippeastrum eqüestre


    Última atualização: 17 de fevereiro - 2015 às 20:20
    Lista das plantas medicinais de A a Z

    Continue lendo mais plantas com letra "a"

  • Angelim falso (ou pau bicho)
  • Antúrio
  • Agaí
  • Araticum - Annona spinescens
  • Abricó-do-Pará - Mammea americana
  • Mais

  • Continue lendo mais artigos

    Sobre 

    Ciências Biológicas - UFPB e cia.
    Email: eversonsazevedo[at]gmail.com
    Siga-me!

      Me encontre em:
    • facebook
    • twitter